Considerações sobre a Ciência (Parte 1)

http://en.wikipedia.org/wiki/File:Palacio_de_Bellas_Artes_-_Mural_El_Hombre_in_cruce_de_caminos_Rivera_4.jpg

El hombre en cruce de caminos – Diego Rivera

A Ciência, assim como tudo em nossa atual sociedade, sofre com o ambiente egoísta e competitivo em que vivemos. Talvez por isso muita gente acabe confundindo “a coisa” com o “uso que é feito da coisa”. É certo que há muitas questões erradas na forma como a ciência é feita, embora ela, em sua essência pura, não tenha nada de errado – pelo contrário. É preciso lembrar-se de alguns pontos:

– A ciência nos proporciona uma aproximação da verdade. Infelizmente, não temos todas as ferramentas ou bases para pesquisar tudo. E como estas técnicas/ferramentas se aprimoram com o tempo, as inferências que fazemos também vão aos poucos se modificando, se aproximando cada vez mais da verdade – embora provavelmente jamais tenhamos condições de “tocar” a “verdadeira verdade” um dia, visto que o próprio ato de pesquisá-la faz com que ela se altere (considerando aqui a premissa da Teoria da Relatividade). Mesmo com tais limitações, a ciência é a única forma realmente confiável para buscar o conhecimento e a verdade;

– A ciência está sujeita às condições culturais e sociais nas quais está inserida. Por mais que se tente fazer ciência “neutra”, ela é feita por pessoas, e cada sujeito carrega seus próprios conceitos e preconceitos. De toda forma, cientistas idôneos e comprometidos tentam se isentar ao máximo dessas variáveis;

– Paradigmas são quebrados de forma cíclica, é fácil ver isso na Literatura e na Ciência ao longo da história. Mas só porque eles são quebrados em favor de novas ideias e conceitos não quer dizer que os anteriores não têm seu valor.

Precisamos mudar a forma com fazemos ciência sim, e vários conceitos científicos que temos. Mas temos que tomar cuidado para não propagarmos ideias que não têm o devido embasamento, ou que ainda não têm formas de serem efetivamente testadas/analisadas. A pseudociência é um mal tão grave quanto a ignorância. Abordaremos este tema posteriormente.

Para saber mais:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s